SÍMBOLOS HERÁLDICOS DE CARDIELOS E SERRELEIS

cardielos_big

Brasão: escudo de prata, um monte de verde rematado por uma torre de vermelho, aberta, frestada e lavrada de ouro, movente de uma campanha ondeada de prata e azul, com um barco de negro, vogante, vestido de prata. Coroa mural de três torres de prata. Listel branco, com a legenda a negro, em maiúsculas: “CARDIELOS”.

Band_cardielos

Bandeira: de verde. Cordão e borlas de prata e verde. Haste e lança de ouro.

Selo: nos termos da Lei, com a legenda: “Junta de Freguesia de Cardielos – Viana do Castelo”.
Parecer emitido a 27 de Junho de 1995. D.R.: Nº 121 de 25 de Maio de 1999. DGAL: Nº 81/99 de 09 de Agosto de 1999.

Serreleis

Brasão: Escudo de vermelho, uma cátedra de ouro entre dois pés de linho, floridos e com seus botões, tudo de prata; em contra-chefe, uma barca com sua vara, tudo de prata, realçado de negro e vogante sobre um pé ondado de prata e azul. Coroa mural de prata de três torres. Listel branco com a legenda a negro, em maiúsculas : “ SERRELEIS “.

Band_serreleis

Bandeira: De branco, cordões e borlas de prata e vermelho. Haste e lança de ouro.

Selo: nos termos da Lei, com a legenda: «Junta de Freguesia de Serreleis – Viana do Castelo».

 

Ordenação heráldica do brasão e bandeira
Publicada no Diário da República III Série de 29/11/1999

 

Simbologia

 

A cátreda de ouro – Este símbolo descreve o topónimo de Serreleis (O topónimo de “Serreleis” provém de duas palavras latinas: “sella”, que significa “cadeiral’, “assento”, “sede”. e “regis” genitivo de “rex” ou seja, do Rei”). O ouro representa a riqueza, a pureza e o poder imperial por excelência com que este símbolo simboliza os primórdios desta freguesia.

Os dois pés de linho – Representa um ancestral “modus vivendi” desta gente que ainda hoje se dedica ao seu cultivo e confecção de bordados. Noutros tempos o linho também servia como moeda de troca para a aquisição de produtos essenciais deste povo.

A barca com vara – Representa o histórico meio de transporte para a margem esquerda do rio Lima, sendo estes barcos uma riqueza de importante valor para a freguesia. Era por ali que se transportavam pessoas, animais e carga entre as duas margens visto que ao tempo não existiam pontes sobre o rio. Estes barcos ainda hoje se encontram estacionados, embora desactivados, no lugar do “Barco do Porto”, onde outrora residiam os seus proprietários e concessionários.

O pé ondado de prata e azul – Representa o Rio Lima que é uma das causas da existência de Serreleis. Situado na sua margem direita, é dele que desde os primórdios esta freguesia sempre dependeu essencialmente. E ainda hoje um importante meio de comunicação para as suas gentes e foco de atracção turística, nomeadamente no lugar do Barco do Porto.

O escudo de vermelho – Este esmalte representa a força energia vital da vida com que os serrelenses sempre empregaram na labuta dos seus campos, sendo esta a fonte mais importante da sua riqueza e meio de subsistência.Significa também a defesa da justiça social na protecção dos mais desfavorecidos.