1157_med

União foi a palavra de ordem na instalação da Assembleia da U.F. Cardielos e Serreleis

CLÁUDIA ROCHA

Unir as pessoas de Cardielos e Serreleis foi a principal missão enunciada por Manuel Correia Castilho, o novo presidente da União de freguesias de Cardielos e Serreleis.

Eleito a 29 de Setembro, com 42,14% dos votos, o candidato Independente tomou posse, este domingo, no salão da Junta de freguesia de Cardielos.

Sem a maioria absoluta, necessária para cumprir o programa eleitoral, o candidato mais votado negociou com a outra lista de cidadãos independentes, designada «Unidos Pelo Povo», de modo a alcançarem a estabilidade política.

O novo executivo da União de Freguesias de Cardielos e Serreleis é, agora, composto por Manuel Correia Castilho (Presidente), Augusto Soares (Secretário) e António Parente (Tesoureiro), sendo este último o candidato da lista Independentes «Unidos pelo Povo».

No seu primeiro discurso como Presidente da Junta, Manuel Castilho, começou por agradecer a “consideração e estima dos Cardielenses e Serrelenses”, garantindo que será “o Presidente de todos e para todos”, tendo o apoio social e a solidariedade como principal objetivo.

Manuel Castilho sublinhou o empenho em realizar os programas eleitorais, e lembrou que “Cardielos e Serreleis manterão as suas particularidades e os seus serviços”, acrescentando que “cada comunidade deverá evoluir e crescer em função das suas especificidades, mantendo em funcionamento as duas sedes”.

De acordo com o novo Presidente, os serviços de atendimento ao público, as reuniões do executivo e da Assembleia de Freguesia continuarão a funcionar nas respetivas sedes, alternadamente.

Cada comunidade poderá contar com “o seu espaço cultural e social, fomentando a sua singularidade e criatividade”, atestou Manuel Castilho, que terminou o discurso apelando para que as duas freguesias agregadas se unam “criando verdadeiros laços de amizade, solidariedade, tolerância e respeito por todos”.

Durante a cerimónia, procedeu-se, ainda, à composição da nova Assembleia de freguesia, com seis elementos para os Independentes e três para o PSD.

Paula Brito e Lima, na qualidade de Presidente da Assembleia, pediu, também, a criação de “uma verdadeira união entre as duas freguesias de Cardielos e Serreleis, respeitando, simultaneamente, a identidade própria de cada uma delas”.

Ressalvou que a nova realidade da agregação das freguesias constituirá “um novo e um grande desafio, que irá exigir empenho, dedicação e responsabilidade redobradas”.

A criatividade e o empenho demonstrados pela equipa de trabalho que acompanha Manuel Castilho mereceram o reconhecimento do Presidente da Câmara, José Maria Costa, que demonstrou vontade em realizar a primeira reunião camarária, no exterior, em Cardielos e Serreleis.

Permanece o compromisso de procurarem o melhor para ambas as freguesias nos próximos quatro anos.

Novo executivo e membros eleitos para a Assembleia de freguesia

Novo executivo e membros eleitos para a Assembleia de freguesia

membros eleitos